Formando o Braseiro

 

Pois bem, aqui é onde tudo começa. Muito se fala sobre diversas técnicas de acender a churrasqueira e sim, essas dicas podem ser importantes se você estiver em um camping selvagem ou no meio de uma floresta. Por aqui, vamos partir do princípio de que você esta naquela churrasqueira de casa, no conforto do seu lar e tem acesso ao básico que seria um bom acendedor.

Formação do Braseiro
Formação do Braseiro

Existem diversas opções no mercado e os mais comuns são a base de álcool em gel que quando utilizados da maneira correta são bastante seguros. Temos também acendedores elétricos que funcionam muito bem se houver acesso a uma tomada próximo a churrasqueira.

Vamos considerar que nem passou pela sua cabeça utilizar óleo de cozinha, gordura de carne, gasolina, querosene ou qualquer outro tipo de artimanha que não seja a base de álcool. E não estamos falando do álcool de posto. Se isso passou pela sua cabeça, esqueça. você pode até acender a churrasqueira,  mas o contaminará o carvão que passará essas impurezas para a carne.

A escolha do carvão também é importante. Não é que não será possível fazer o seu churrasco com um carvão de qualidade inferior e dificilmente isto influenciará no resultado final da carne, mas poderá ser necessário uma quantidade muito maior visto que o rendimento do carvão será inferior.

Braseiro formado
Braseiro formado

Coloque uma quantidade generosa de carvão na sua churrasqueira e posicione o acendedor no centro. Se a churrasqueira for muito grande, pode ser colocado um acendedor em cada lateral. Acenda e deixe que o fogo se encarregue do restante. Primeiro, o carvão produzirá chamas mas este ainda não o ponto que queremos. quando as chamas abaixarem, teremos o tão esperado braseiro, com o carvão bem vermelho e com uma leve fuligem branca por cima e é a partir desse ponto que a brincadeira realmente começa.

 

Contact Person Atendimento via WhatsApp ...